Vienna, 23 de marco de 2009

Áustria: 10 músicas de sucesso e dois shows esgotados no City Hall, qual é o segredo do seu sucesso?
P!nk: Não levo nada a sério, porque não há nada que eu tenha vergonha. Todos nós somos meio psicopatas. Pink é uma cor muito meiga, mas eu sou bem agressiva. Um conflito que eu gosto muito.

Áustria: Para uma estrela do pop você se considera rebelde?
P!nk: Só porque sou uma “popstar”, não significa que tiraram meu cérebro. Mas eu constantemente arranjo problemas, porque falo demais. Especialmente depois que me expressei politicamente com minha música anti-Bush Dear Mr. President. Agora, qualquer frase minha vira manchete. Como se o mundo não tivesse outras preocupações.

Áustria: As popstar podem salvar o mundo?
P!nk: Pessoas como o Bono (U2) podem conseguir comida pras pessoas com suas idéias e pensamentos, mas não conseguem mudar o mundo. E pensar já significaria uma grande mudança no mundo para muitas pessoas. (gargalhadas)

Áustria: Por que você cantou contra o George W. Bush?
P!nk: Porque eu tive todo o direito: meu pai é veterano do Vietnã, meu irmão serviu na guerra contra o Iraque, e eu pago impostos pra isso. Muitos artistas deveriam ficar calados e só cantar, mas não eu! Mas agora Bush já foi, e eu não preciso mais cantar essa música.

Áustria: O que você acha do Barack Obama?
P!nk: Eu estou mais que feliz com a eleição dele e finalmente consigo dormir direito de novo.

Áustria: Em Viena você fez um incrível show de circo…
P!nk: Meu show é bem perigoso, tem que ser assim, segurança seria muito chato pra mim.

Fonte: oe24.at
Thanks Midori and boink.

Anúncios