A roqueira Pink não está determinada a casar-se novamente depois da sua separação da estrela do motocross, Carey Hart.

A cantora de “So What” sabidamente o pediu em casamento depois de beber vodka Absolut de café-da-manhã – e conta que faria isso de novo se encontrasse o amor.

Pink, 29, polemizou a questão em 2005 quando segurou um cartaz pedindo Carey, 35, em casamento enquanto ele estava no meio de uma corrida.

Ele quase bateu quando a viu, mas disse ‘sim’ o mais rápido possível depois que deixou a pista.

Eles se casaram em Janeiro de 2006 e se separaram no começo de 2008.

Olhando para trás, Pink afirma que ela estava apenas aproveitando o momento e que nunca quis realmente se casar. – mas daria um laço na gravata novamente se um segundo “Senhor Certo” aparecesse.

Ela disse: “Eu não penso em acreditar na instituição do casamento e nunca pensei. Mas, de qualquer forma, eu o pedi em casamento. Eu não fiz isso para ser feminista. Estava sol e eu tomei tônico de vodka. Nas preces de Carey ele agradecia a Deus por mim e depois agradecia a garrafa de ‘Absolut’ que eu bebi. Mas eu nunca digo nunca. Estou aberta.”

Pink – de nome real Alecia Moore – usa o vídeo de seu primeiro single “So what” para mostrar que ela e seu ex ainda são amigos. A música parece com um viciante ataque à Carey, mas ele aparece no clipe.

Pink disse: “Eu tenho essa filosofia de tentar ser a primeira a rir de mim para que ninguém possa fazer isso por mim.

“Minha parte favorita do vídeo é Carey estar nele porque ele é um dos meus amigos mais próximos. As pessoas estavam confusas e dizendo ‘Eu achei que vocês estavam bem, por que você está dizendo pra ele se mandar?’ Mas depois ele estava no vídeo comigo, então foi como se ele me entendesse. Ele pegou isso. Ele acha isso engraçado e bobo.

Pink desabafa sobre o ataque da mídia:

“Ficou cansativo estar na estrada e ter os paparazzi sempre querendo que nós nos separássemos. Eles sempre queriam que nós falhássemos. É muito difícil quando você está 3000 milhas longe e você vê as pessoas querendo que dê errado.

“Você se pega sentindo-se uma merda. Você está tentando resolver a situação. Está apenas colocando um pé na frente do outro como qualquer outro. “Quando você coloca isso pra fora (no caso o video) é como se fosse: “Yeah, hey! Vão se fu***, caras, nós estamos bem!”.

Pink assume que é muito difícil viver com ela e afirma que o próximo parceiro dela deveria se preparar para um relacionamento bem turbulento.

Ela diz: ” Isso é paixão. Humanos sendo tão complicados. Nós não podemos sempre concordar.  Nós apenas temos que ser passionais com o que acreditamos e ter a cabeça aberta para a outra pessoa.”

“Sou abusiva. Eu fui criada em uma casa muito rígida. É como o aluno no jardim de infância que bate no menino e ele foge. É mais ou menos como eu sou”

Pink também assume que ela poderia seguir os passos de Lindsay Lohan e ter um relacionamento com uma garota.

Ela disse: “Eu posso imaginar um relacionamento com uma mulher. Mas minha primeira namorada, quando eu tinha 13, me deixou por causa do meu irmão então eu me prendi nesse sentido. Não era como uma relação adulta, nós segurávamnos nossas mãos e nos beijamos uma vez. Minha melhor amiga no mundo é lésbica. Muitos amigos são gays. Não é realmente nada demais. Mas eu, definitivamente, sou louca por caras.”


Fonte: DailyRecord
Tradução: Juh Brilliant.

Anúncios